Celebração da Paixão, Procissão do Senhor Morto e Nossa Senhora das Dores: O povo de Deus em oração

Lima Lima 19 de abril de 2014 0
Celebração da Paixão, Procissão do Senhor Morto e Nossa Senhora das Dores: O povo de Deus em oração

Na tarde desta Sexta-feira da Paixão (18) em Paulo Afonso, muitos fiéis lotaram a Catedral Nossa Senhora de Fátima, para em união com católicos do mundo inteiro celebrar o Trido Pascal que começou na Quinta-Feira Santa celebração  marcada pela Instituição da Eucaristia, do Sacerdócio Ministerial e um dos gestos significativos deste serviço é o lava-pés. “Lembramos o Senhor que serviu com sua vida e seu amor à humanidade. A Sexta-Feira Santa, segundo momento do Tríduo, é o único dia do ano em que a Igreja Católica no mundo inteiro não celebra missas e comumente, nenhum sacramento. “Celebra a Paixão, Morte e Sepultamento do Senhor, encerrando com o Sábado Santo ou Sábado de Aleluia, celebra-se o grande momento da Ressurreição do Senhor. “Quando a luz vence as trevas e a Ressurreição vence a Morte. a esperança é renovada mais uma vez, de que Cristo ressuscitou e ressuscita e de que a vida vence a morte”.

emoção

Procissão do Senhor Morto e Nossa Senhora das Dores

face

Em Roma: O drama dos imigrantes, dos pobres, dos doentes, dos idosos, desempregados e prisioneiros dominou o sermão da Sexta-Feira Santa do papa Francisco, no Coliseu, em Roma, no dia em que cristãos no mundo lembram a morte de Jesus crucificado. “lembrar de todas as pessoas abandonadas” e falou sobre a “monstruosidade do homem” quando ele se deixa guiar pelo mal. Esse foi o segundo evento da Sexta-Feira Santa de Francisco. Horas antes, o papa participou de um ato na Basílica de São Pedro, onde o pregador oficial do Vaticano disse que os enormes salários e a crise financeira mundial são males causados pela “fome amaldiçoada pelo ouro”.

Procissão do Senhor Morto e Nossa Senhora das Dores

A Procissão saiu da Catedral Nossa Senhora de Fátima logo após o Beijo Na Cruz e tomou a AV. Getúlio Vargas para assim, relembrar o sofrimento de Cristo. As imagens do Senhor Morto – levada pelos homens, e de Nossa Senhora das Dores – carregada pelas mulheres tomaram às ruas junto à multidão. Antes da Procissão, padre Roni lembrou o quanto a Igreja está feliz pelas demonstrações de fé em todo mundo. “A cidade vive um estado de graça, queridos irmãos e irmãs que as nossas caminhadas e as nossas Via – Sacras que realizamos durante a quaresma e no dia de hoje, nossas visitas em comunidade, que possamos amadurecer muito mais a nossa fé, não só aqui na Catedral, mais em todas as nossas paróquias”, pediu o padre.

O pároco ainda lembrou da felicidade do Bispo Dom Guido. “Em conversa com o Bispo Dom Guido, ele se disse muito feliz por vivermos esse tempo forte da fé, então, não somente pelo Papa Francisco, não somente pelo nosso Bispo Dom Guido e não somente pelos padres, mas pela necessidade que sentimos de Deus, vamos demonstrar para nós mesmos que amadurecemos a nossa fé”, explicou padre Roni. Que assim seja.

 

Deixe uma resposta »

Pesquisar



Siga-nos no Facebook