Pe. Adriano: “Deus nos acompanha do início ao fim da vida através dos Sacramentos”

Lima Lima 17 de dezembro de 2014 0
Pe. Adriano: “Deus nos acompanha do início ao fim da vida através dos Sacramentos”

Batismo, Primeira Eucaristia, Confissão, Eucaristia, Crisma, Matrimonio, Ordem e Unção dos Enfermos são estes os Sacramentos através dos quais Deus nunca nos abandona dentro da fé Católica.

crisma

Dom Guido conversando com Crismados da Paróquia Santo Antônio da Glória.

 Estamos em tempo de espera, vivemos o Advento e urge em nós a necessidade de no espaço desses dias parar, e assim nos prepararmos através da reflexão diária e, principalmente, no compromisso em ser solidário com o próximo. “Jesus já não nasce mais na Manjedoura de Belém – que já nasceu -, mas o Deus Menino hoje quer nascer no coração de cada homem e de cada mulher, então a Igreja convida seus fiéis neste período de quatro semanas a preparar o coração, a casa e a família para a vinda do Senhor”, explicou o Chanceler Pe. Adriano, no programa Jesus Cristo Redentor dos Homens.

“Dentro da Igreja Católica temos sete Sacramentos – o sacramento é a comunicação do Deus espírito que se faz presente, se materializa  para que as pessoas possam visualizar e sentir o toque de Deus. Portanto, o primeiro Sacramento é o Batismo, ação pela qual nós ingressamos na vida cristã dentro de uma comunidade de fé na Igreja, nos tornamos filhos adotivos de Deus.  Depois temos mais seis, percebendo com isto que em toda a nossa vida Deus nos acompanha. O Batismo é o primeiro e importante, dentro dele temos a Eucaristia, que é a preparação dos pequenos –  muitas vezes nós batizamos crianças ainda sem o uso da razão -, na perspectiva dos padrinhos acompanharem a educação delas na fé até a Primeira Eucaristia, onde estas crianças vão receber o Corpo e o Sangue de Cristo”, definiu Pe. Adriano.

Depois da Primeira Eucaristia vem a beleza que cerca o Sacramento da Crisma, segundo afirmou Dom Guido, são mais de quinhentos jovens e adultos juntamente com as crianças da Primeira Eucaristia confirmando a fé em Deus através da Igreja. “Com a Crisma vem à confirmação: “faço parte do Corpo de Cristo que é a Igreja, é a minha responsabilidade como Cristão. No mundo, leigos e ordenados temos a mesma função, assumimos essa responsabilidade dentro do universo de cada um quer seja no trabalho, estudo e na família”, disse o Padre.

Segundo Pe. Adriano, a Crisma não se trata de um segundo Batismo como muitas pessoas podem confundir, trata-se de um ato de consciência, através da qual se aderi ao serviço da Igreja.  “A Igreja Católica depois do Batismo dá três característica da pessoa de Jesus Cristo: Sacerdote, Profeta e Rei, somos um povo de sacerdote, um povo de Rei onde Jesus Cristo Reina e somos profetas anunciando a palavra de Cristo”, finalizou.

PASCOM

Deixe uma resposta »

Pesquisar



Siga-nos no Facebook